Portal

Agenda 2030: o que isso tem a ver com minha empresa?

Revista ACI - Outubro 2021

Em setembro de 2015, representantes dos 193 Estados Membros da ONU, Organização das Nações Unidas, aprovaram a Agenda 2030, contendo 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, chamados de ODS, e 169 metas para solucionar os principais problemas da humanidade. Antes, no ano de 2000, foi lançado pelo então Secretário Geral das Nações Unidas, Koffi Annan, o 'Pacto Global', hoje uma das maiores iniciativas de sustentabilidade corporativa no mundo, envolvendo em 160 países, empresas comprometidas em contribuir para o alcance dos 17 ODS.

Sabemos que as nossas atividades empresariais naturalmente causam impactos sociais, econômicos e ambientais. Os nossos produtos e serviços atendem desejos e necessidades das pessoas, melhorando sua qualidade de vida. Nós movimentamos e aquecemos a economia onde atuamos, fazendo investimentos e gerando emprego e renda. E as nossas empresas consomem recursos e produzem resíduos, que devem ser minimizados ou, se possível, eliminados. Além disso, somos propulsores de inovações e exercemos influência em consumidores, colaboradores, fornecedores e até governos. Temos, portanto, papel essencial no cumprimento da Agenda 2030.

Veja a seguir proposições do Pacto Global para nós empresários em cada ODS.

  1. Erradicação da pobreza: desenvolva produtos ou serviços que beneficiam e melhoram a qualidade de vida de grupos economicamente vulneráveis. 
  2. Fome zero e agricultura sustentável: apoie pequenos produtores de alimentos e a agricultura familiar.
  3. Saúde e Bem-Estar: incentive comportamentos saudáveis entre seus públicos e melhore o acesso de seus colaboradores aos cuidados com a saúde.
  4. Educação de Qualidade: assegure que os funcionários de suas operações diretas e da cadeia de fornecimento tenham acesso a treinamento profissional e oportunidades de aprendizagem.
  5. Igualdade de Gênero: trate mulheres e homens de forma justa, com oportunidades iguais de crescimento profissional e equiparação de cargos e salários; respeite e apoie os direitos humanos e combata toda e qualquer discriminação à diversidade.
  6. Água Potável e Saneamento: implante estratégias de gestão da água que sejam ambientalmente sustentáveis e economicamente benéficas na região hidrográfica onde atua.
  7. Energia Acessível e Limpa: aumente sua eficiência energética, utilize fontes renováveis e leve essas mesmas ações à sua cadeia de suprimentos.
  8. Trabalho Decente e Crescimento Econômico: garanta boas condições de trabalho para funcionários em toda a sua operação e na cadeia de negócios e suprimentos; crie empregos dignos e formais em setores intensivos em mão de obra; eduque e treine para o trabalho.
  9. Indústria, Inovação e Infraestrutura: invista em tecnologia para criar produtos, serviços e modelos de negócios que promovam uma infraestrutura sustentável, moderna e resiliente.
  10. Redução das Desigualdades: crie e implemente produtos, serviços e modelos de negócios que visem explicitamente às necessidades das populações desfavorecidas e marginalizadas; desenvolva políticas de compras que beneficiam pequenas empresas da região em que atua.
  11. Cidades e Comunidades Sustentáveis: pesquise, desenvolva e implante produtos e serviços que melhoram o acesso a edifícios resilientes, mobilidade eficiente, limpa e moderna e a espaços comuns verdes; reflita sobre as melhores políticas de deslocamento e mobilidade de funcionários, bem como de produtos e matéria-prima, dentro do contexto urbano.
  12. Consumo e Produção Responsáveis: desenvolva, implemente e compartilhe soluções para rastrear e divulgar a procedência de seus produtos, informar o consumidor por meio de políticas de rotulagem e monitore a eficácia dessa ação buscando o desenvolvimento da consciência ambiental e social na sociedade.
  13. Ação Contra a Mudança Global do Clima: reduza substancialmente as emissões associadas às operações próprias e às da cadeia de suprimentos, em alinhamento com os mecanismos de regulação climática.
  14. Vida na Água: pesquise, desenvolva e implemente produtos, serviços e modelos de negócios que eliminam impactos nos ecossistemas oceânicos e colaboram para sua restauração.
  15. Vida Terrestre: implemente políticas e práticas para proteger os ecossistemas naturais que são afetados por suas atividades e pelas ações de sua cadeia de suprimentos; invista em pesquisa e tecnologia para o desenvolvimento de produtos, embalagens biodegradáveis, proporcionando assim uma mudança na própria indústria.
  16. Paz, Justiça e Instituições Eficazes: identifique e tome medidas eficazes contra a corrupção e a violência, nas suas próprias operações e nas de sua cadeia de abastecimento.
  17. Parcerias e Meios de Implementação: atue em conjunto com o governo e sociedade civil em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Vemos, portanto, o quanto nós empresários podemos contribuir. Então, avalie o seu empreendimento e faça a sua parte. Além dos ganhos para a humanidade, a sua empresa se fortalecerá, tendo melhores condições para conquistar e fidelizar clientes, atrair e reter talentos, melhorar sua imagem junto a fornecedores e ao mercado em geral.

rsc rse csr responsabilidade social agenda2030 ods sgd

Publicado em: 22 de outubro de 2021

Edenilson Durães


Empresário contábil, consultor, mentor e palestrante


Referência Regional em Responsabilidade Social Empresarial


Presidente do ED Instituto


Diretor da Rede Voluntariado


Vice Presidente do CODEMC


1º Tesoureiro da ACI


Conselheiro Fiscal da ADENOR


Conselheiro Fiscal do MCRC&VB


Voluntário há quase 40 anos, especialmente nas áreas da infância e adolescência, empreendedorismo e desenvolvimento terriorial e humano


Bacharel em Ciências Contábeis com pós graduação em Controladoria


Foi professor, coordenador de campus e chefe de departamento de ciências contábeis da UNIMONTES


Foi palestrante, consultor e instrutor do SEBRAE nas unidades de políticas públicas e de educação, atuando nas áreas de empreendedorismo, mercado, finanças e gestão da qualidade


Compartilhe:

Outros Artigos